Mutirão em Parintins

Parintins é uma cidade grande para os padrões da região. Segundo o censo, tem 100 mil habitantes e seria a segunda maior cidade do Estado do Amazonas. Segundo a Prefeitura, 11 mil cães vivem nesta ilha, que parece ser a porta de entrada para as cidades que fazem a fronteira entre o Amazonas e o Pará. Parintins é o centro de 120 comunidades que exploram a pecuária e tem um matadouro que abate 300 animais por semana e joga os dejetos deste serviço em uma lagoa, que além de contaminar as águas, impregna o ar dos que moram próximos a ela. A Prefeitura estuda as medidas cabíveis para resolver a questão.

Falando em Prefeitura, ela apoiou bastante nosso serviço. Pediu o máximo possível de vagas para castração, cedeu o centro de exposições agropecuárias para nosso trabalho, deu equipe de agentes de Saúde e alimentação para quem estava trabalhando no mutirão. A sala usada para as cirurgias possuía inclusive ar condicionado e ajudaram com alguns medicamentos e material de consumo. Foi um apoio importante.

Tive também a oportunidade de conhecer o CCZ, que não tinha nenhum cão. Me informaram que fazem sim recolhimento de cães, mas que são todos doados as comunidades do interior, inclusive com termos de adoção. Bom, eu achei isso muito bom para ser verdade, mas não tenho nenhuma informação em contrário.

Parintins é conhecida nacionalmente pela festa do bumba-bumbá, que é uma disputa entre os que torcem pelo boi Caprichoso contra o boi Garantido, e existe um estádio, chamado bumbódromo, onde acontece o evento no mês de junho, que atrai turistas do Brasil todo e de outros países.

Fotos:

Taxi dog chegando

Taxi dog saindo

O mutirão aconteceu no centro de exposições agropecuárias

Guarda responsável

Praticamente todos os animais vieram ou de bicicleta, ou de moto, ou

em triciclos, como este, que são os meios de transporte terrestre mais comuns por aqui

Casa cheia. A população compareceu em peso

 

Mais Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Atenção: “O Veterinário Wilson Grassi está a convite da WSPA como cirurgião. Seus relatos retratam opinião pessoal sua e não são necessariamente endossadas pela entidade, sendo assim estes textos de sua inteira responsabilidade”

Anúncios

3 comentários (+add yours?)

  1. Claudia Lattari
    Nov 25, 2011 @ 23:14:16

    Estou acompanhando seu diário de viajem, parabéns pelo seu trabalho!

    Responder

  2. Giani Rodrigues
    Nov 26, 2011 @ 10:20:07

    Como disse ontem que Deus abençoe vcs, e abra todas as pórtas necessárias para cumprirem sua missão.Abraços.

    Responder

  3. Maria de Fátima Rocha de Aquino
    Nov 28, 2011 @ 01:18:33

    OI Eu estive em Parintins a 27 anos para trabalhar como dentista pelo antigo Projeto Rondon e amei.O povo ainda é bacana pelo que vi do seu relato.Esse país é muito grande e há muito que ser feito pela saúde tanto dos animais como dos humanos.Que Deus o abençoe sempre por sua luta.Parabéns.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: